jusbrasil.com.br
2 de Julho de 2022
  • 2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Tribunal de Justiça do Ceará TJ-CE - Apelação Cível: AC 015XXXX-45.2011.8.06.0001 CE 015XXXX-45.2011.8.06.0001

Tribunal de Justiça do Ceará
há 11 meses

Detalhes da Jurisprudência

Órgão Julgador

2ª Câmara Direito Público

Publicação

21/07/2021

Julgamento

21 de Julho de 2021

Relator

MARIA IRANEIDE MOURA SILVA

Documentos anexos

Inteiro TeorTJ-CE_AC_01547754520118060001_8529b.pdf
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Ementa

APELAÇÃO CÍVEL. ADMINISTRATIVO. AUTO DE INFRAÇÃO POR TRANSPORTE RODOVIÁRIO INTERMUNICIPAL DE PASSAGEIROS ILEGAL. LEI Nº 13.094/2001 INAPLICÁVEL AO CASO. AUTOMÓVEL DE PASSAGEIROS DE CATEGORIA ALUGUEL DEVIDAMENTE LICENCIADO COMO TAXI. PRESUNÇÃO JURIS TANTUM DE VERACIDADE E LEGITIMIDADE DOS ATOS ADMINISTRATIVOS. APELAÇÃO CONHECIDA E DESPROVIDA. SENTENÇA MANTIDA.

1. Cinge-se a presente apelação no pedido de reforma da sentença que declarou a ilegalidade do auto de infração nº 51710 e determinou a repetição do indébito relativo ao pagamento da multa; alegando o DETRAN, para tal, a fé pública do agente de trânsito e a correta tipificação da infração no art. 70, IV, z e art. 73 da Lei Estadual 13.094/01.
2. Embora gozem os atos administrativos de presunção de veracidade e legitimidade, estes presumem-se verdadeiros e legais até prova em contrário, operando-se em seu benefício a presunção juris tantum, ou seja, uma presunção relativa. Tal presunção portanto, pode ser elidida e impugnada pelo sujeito interessado, a quem cabe o ônus de desconstituí-la comprovando seu vício por meio de um procedimento instrutório que lhe oportunize a produção de provas, dentro de uma relação processual que lhe garanta o contraditório e a ampla defesa, tanto na própria esfera administrativa quanto na via da tutela jurisdicional.
3. A Lei Estadual nº 13.094/2001 que dispõe sobre o sistema de transporte rodoviário intermunicipal de passageiros do Estado do Ceará e dá outras providências, preconiza quais os veículos que se adequam à prestação dos serviços regulares de transporte rodoviário intermunicipal de passageiros, não alcançando os veículos da espécie "de passageiros - automóvel" e da categoria "de aluguel", conforme classificação do CTB art. 96, inciso II, a, 7; inciso III, d, no qual se enquadra o veículo autuado. Este, por sua vez possui autorização e licenciamento para sua utilização como TAXI no Município de Caridade, - CE.
4. APELAÇÃO CONHECIDA E DESPROVIDA. SENTENÇA MANTIDA. ACÓRDÃO: Vistos, relatados e discutidos estes autos, acorda a 2ª Câmara Direito Público do Tribunal de Justiça do Estado do Ceará, em votação por unanimidade, em CONHECER da Apelação PARA NEGAR-LHE PROVIMENTO, mantendo incólume a sentença adversada. Fortaleza, 21 de julho de 2021. MARIA IRANEIDE MOURA SILVA Presidente do Órgão Julgador e Relatora
Disponível em: https://tj-ce.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/1251283368/apelacao-civel-ac-1547754520118060001-ce-0154775-4520118060001

Informações relacionadas

Tribunal de Justiça de São Paulo
Jurisprudênciahá 9 meses

Tribunal de Justiça de São Paulo TJ-SP - Recurso Inominado Cível: RI 102XXXX-12.2018.8.26.0602 SP 102XXXX-12.2018.8.26.0602

Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios TJ-DF: 072XXXX-40.2020.8.07.0016 DF 072XXXX-40.2020.8.07.0016

Tribunal Regional do Trabalho da 18ª Região
Jurisprudênciahá 12 anos

Tribunal Regional do Trabalho da 18ª Região TRT-18: 601200919118000 GO 00601-2009-191-18-00-0

Superior Tribunal de Justiça STJ - RECURSO ESPECIAL: REsp 1952458 RJ 2021/0247233-3

Tribunal de Justiça do Mato Grosso
Jurisprudênciahá 4 anos

Tribunal de Justiça do Mato Grosso TJ-MT - Apelação: APL 000XXXX-12.2014.8.11.0004 MT